Aproximadamente 3,6 milhões de pessoas no Reino Unido têm diabetes do tipo 2. Através de algumas escolhas muito simples, como por ex. optar por uma dieta com baixo teor de hidratos de carbono, podes reduzir significativamente o risco de desenvolveres este tipo de doenças.

Abastece o teu corpo

Das 4 milhões de pessoas com diabetes no Reino Unido, aprox. 90% tem diabetes do tipo 2[1]. Este tipo de diabetes é frequentemente atribuído a questões genéticas, mas a dieta e o estilo de vida também têm um papel importante.

A diabetes do tipo 2 ocorre quando a insulina - a hormona produzida no teu pâncreas após as refeições - não é utilizada de forma eficaz pelas células do teu corpo. A insulina é necessária para que as células absorvam a glucose (açúcar) do teu sangue e a convertam em energia. A diabetes do tipo 2 desenvolve-se quando as células do corpo se tornam resistentes à insulina. O teu corpo começa a produzir mais e mais desta hormona e os níveis de açúcar no sangue sobem.

Sai da montanha-russa do açúcar

A ingestão regular de alimentos que provocam uma subida de insulina pode contribuir para o desenvolvimento de diabetes. Alimentos com alto teor de açúcar sob a forma de refrigerantes, doces, bolos e pastéis são ofensores óbvios. No entanto, o açúcar integra atualmente inúmeros alimentos processados, desde molhos a condimentos, passando pelo pão, que podes nem sequer te aperceber de que estás a ingeri-lo.

Mesmo os hidratos de carbono refinados, como os que podes encontrar no arroz e em massas, provocam esta subida abrupta da insulina. O abastecimento constante de alimentos com alto teor de hidratos de carbono ou de açúcar pode provocar resistência à insulina, o que pode resultar em diabetes do tipo 2.

 

5 dicas para assumires o controlo

Que mudanças podes fazer ao teu estilo de vida para prevenir o desenvolvimento de diabetes do tipo 2? Aqui estão cinco formas que te podem ajudar a reduzir o risco:

  1. Mantém um peso saudável

O excesso de peso pode aumentar o risco de desenvolveres esta doença. Coloca uma pressão adicional sobre a capacidade do teu corpo utilizar a insulina para controlar os níveis de açúcar no sangue de forma eficaz. Ao reduzir a quantidade de hidratos de carbono refinados e açucarados, e ao adotar um estilo de vida com baixo teor de hidratos de carbono consegues estabilizar os níveis de açúcar no sangue e o teu corpo será menos propenso a armazenar o excesso como gordura.

  1. Reduz a ingestão de hidratos de carbono "maus"

Se cortares os hidratos de carbono ricos em amido e açúcar, duas coisas vão acontecer - estarás mais propenso a queimar gordura corporal para teres "combustível" do que hidratos de carbono. Assim que o teu metabolismo passar a queimar gordura, o teu corpo tenderá a armazenar menos gordura em excesso.

O pão branco, o arroz, a batata, os bolos e cereais açucarados têm um elevado nível glicémico e podem aumentar o risco de diabetes.

  1. Corta nas bebidas açucaradas

As bebidas açucaradas ou refrigerantes não têm qualquer valor nutricional, mesmo alguns sumos de fruta contêm menos fibras e mais açúcares. A ingestão de apenas uma bebida açucarada por dia pode aumentar o risco de diabetes em 83%. 

Os refrigerantes não só podem levar a um aumento de peso, como existem provas suficientes de que contribuem para inflamações, triglicéridos elevados (um dos tipos de gordura no teu sangue), diminuição do colesterol "bom" (HDL) e o aumento da resistência à insulina, que são fatores de risco para a diabetes.

  1. Ingere mais fibras e hidratos de carbono "bons"

Enquanto defendemos uma dieta com baixo teor de hidratos de carbono, é importante que não cortes todos os hidratos de carbono - apenas deves mudar o tipo de hidratos de carbono que ingeres. Opta por hidratos de carbono complexos sob a forma de legumes ricos em fibra, tais como brócolos, feijão-verde ou rebentos.

A ingestão de mais fibra ajuda a digestão, dá-te a sensação de saciedade durante mais tempo e fornece inúmeros nutrientes que não provocam grandes subidas do nível de açúcar no sangue.

  1. Mexe-te mais

Tenta fazer exercício físico diariamente, sempre que possível. O facto de exercitares os teus músculos com maior frequência e intensidade, melhora a tua capacidade de utilizar a insulina e absorver a glucose. Isto reduz a pressão sobre as tuas células produtoras de insulina. Estudos sugerem que uma caminhada diária de passo acelerado, durante 30 minutos, reduz o risco de desenvolver diabetes do tipo 2 em 30%.

 

[1] Diabetes.org

image
Publicado por Linda O'Byrne
Atkins Nutritionist