Estudos revelaram que o açúcar é tão viciante como a heroína ou a cocaína. O teu gosto por todas as coisas doces já ultrapassou o ponto sem retorno?

Engolir uma verdade amarga

A maioria de nós sabe que a ingestão de grandes quantidades de açúcar é prejudicial para nós. Pode levar-nos a engordar, o que por sua vez pode resultar em problemas de saúde como a diabetes do tipo 2 e as doenças cardíacas. O problema é que a maioria simplesmente não consegue perder o apetite de coisas doces.

Os refrigerantes parecem estar no topo desta lista, de tal modo que já levou o governo a tomar medidas e a implementar um imposto sobre os produtos com açúcar. Um estudo recente[1] sugere que a redução de bebidas açucaradas ao longo dos próximos 5 anos, pode resultar em menos 500.000 casos de pessoas com excesso de peso e menos um milhão de casos de obesidade. É evidente que isto também tem outros efeitos em cadeia, tais como a diminuição da diabetes do tipo 2 e outras doenças relacionadas com o peso.

Lá se vai a correria ao açúcar
Esta parece ser uma mudança simples que podes fazer em benefício da tua saúde. Por que motivo há tantas pessoas a escolherem refrigerantes para beber à tarde ou para acompanhar as refeições? A resposta simples é que estão viciadas em açúcar. E assim que estiveres nessa montanha-russa de açúcar, é muito difícil saíres - independentemente de ires buscar a tua dose aos refrigerantes ou aos hidratos de carbono ricos em amido.

Quais são os sintomas de uma dependência de açúcar?

Sinais físicos
Apesar de ser difícil reconhecer o vício do açúcar, existem diversos sintomas "sinalizadores" que podem surgir em simultâneo, quando ingeres demasiado açúcar. Isto inclui:

  • Olheiras
  • Perda de cabelo
  • Unhas frágeis
  • Inchaço
  • Diarreia frequente
  • Acne e outros problemas de pele
  • Envelhecimento precoce
  • Cárie dentária

 

Quebrar o ciclo

Mesmo que não consigamos reconhecer os sintomas físicos do vício de açúcar, o que achas dos efeitos que estes têm sobre o nosso comportamento? Aqui estão alguns dos sintomas comportamentais mais comuns que podes exibir:

  • Ingerir alimentos açucarados mesmo que não tenhas fome
    Acabaste de ingerir uma grande refeição e estás cheio, ainda assim estás a pensar naquele pacote de bolachas, barra de chocolate ou outro doce que está escondido no teu armário. Precisas de algo doce e simplesmente não consegues resistir.
  • Achas que é praticamente impossível exercer o controlo sobre as porções
    É aqui que “só uma dentada” pode levar a excessos. Consomes frequentemente grandes quantidades, de uma só vez, apesar de te sentires cheio.
  • Utilizas alimentos açucarados como um estimulante
    Tal como algumas pessoas tomam um café para se estimularem, tu recorres a um doce para obteres um pico de energia.
  • Ficas irritado ou sentes-te trémulo sem uma dose regular de açúcar
    Sabes quando estás com os níveis de açúcar em baixo porque o teu humor e os teus níveis de energia caem drasticamente.
  • Estás sempre preocupado com a comida
    Não importa se comes bem, nunca te sentes inteiramente satisfeito sem uma dose de açúcar.

 

A abstinência abrupta

Se reconheces algum destes sintomas, não te preocupes. Podes ultrapassá-los de forma relativamente fácil com uma mudança na abordagem e um pouco de força de vontade. Passar uma semana sem ingerir açúcar pode ser um passo importante para quebrar o hábito.

Normalmente, após este período, o apetite de açúcar esmorece, desde que não o alimentes. Isto deve-se ao facto de os níveis de açúcar no sangue estabilizarem e de não teres altos e baixos de insulina, provocados pela ingestão de alimentos com alto teor de hidratos de carbono.

  • Substitui os alimentos açucarados por alimentos ricos em gorduras
    Os alimentos com baixo teor de hidratos de carbono, ricos em proteínas e gorduras boas são muito mais satisfatórios. Estes dão-te uma sensação de saciedade e mantêm o apetite dentro dos seus limites. Por isso, em vez de um prato cheio de bolachas de chocolate com um refrigerante, que tal um prato de azeitonas, queijo e carnes cozidas para um snack a meio da tarde?
  • Livra-te dos doces em tua casa.
    Deixa de comprar refrigerantes, bolachas e outros alimentos que vão contra o teu novo estilo de vida saudável. Se não os tiveres em casa, não vais poder atacá-los.
  • Dá passos pequenos
    Começa pelas bebidas açucaradas. Passa uma semana sem refrigerantes ou bebidas energéticas e logo verás como te sais. De seguida, experimenta deixar a sobremesa à noite ou trocá-la por uma alternativa com baixo teor de hidratos de carbono/açúcar. Se deres passo pequenos, será mais fácil, sobretudo se fores viciado em açúcar há muito tempo.
  • Encontra uma alternativa com menos hidratos de carbono. Se estiveres com dificuldades em deixar os doces, experimenta uma barrita ou um batido Atkins com baixo teor de açúcar e de hidratos de carbono. Um Snickers contém 33 g de hidratos de carbono, em comparação com a barrita de Caramelo e Amendoim Atkins, que contém 2,9 g líquidos de hidratos de carbono.

Não fiques desanimado por achares que o teu novo estilo de vida saudável vai ser aborrecido - pois não vai! Existem tantos alimentos saborosos com baixo teor de açúcar que podes ingerir e é fácil encontrar alternativas com baixo teor de açúcar/hidratos de carbono. Confere algumas das nossas receitas favoritas, incluindo este irresistível cheesecake de chocolate: http://uk-mealplanner.atkins.com/atkins-recipes/view-recipe.html?id=10932

 

[1] O jornal "Lancet Diabetes and Endocrinology"

 

image
Publicado por Linda O'Byrne
Atkins Nutritionist