Uma boa combinação de proteína, gordura e hidratos de carbono deliciosa e conveniente pode ser encontrada nos frutos secos...

Uma boa combinação de proteína, gordura e hidratos de carbono deliciosa e conveniente pode ser encontrada nos frutos secos. Têm sido uma componente importante da dieta de ser humano desde os dias em que a humanidade sobrevivia em sociedades primitivas de caçadores.

O conteúdo proteico dos frutos secos varia de 10% para as nozes, até 17% para as amêndoas. O teor de gordura varia de cerca de 35% em cocos até mais de 70% nas nozes de macadâmia. O que falta é hidrato de carbono, incluindo uma porção significativa de fibra. Obviamente, quanto maior o teor de gordura, mais baixo o teor de hidratos de carbono, o que é uma das razões pela qual a noz de macadâmia é um favorito da abordagem da Atkins.

As amêndoas são uma fonte rica em cálcio, e juntamente com as avelãs, são particularmente ricas em vitamina E. Os frutos secos proporcionam uma lista longa de nutrientes, incluindo niacina, vitamina B6, ácido fólico, magnésio, zinco, cobre e potássio, e um conjunto de fitoquímicos, incluindo vários antioxidantes.

Depois das primeiras duas semanas na Indução (fase 1 da dieta Atkins), quando poderes introduzir frutos secos e sementes à tua ementa, vais ver como são snacks excelentes e frequentemente inesperadamente deliciosos em refeições ou acompanhamentos de vegetais. Também podes utilizar frutos secos e sementes moídos num conjunto de métodos, incluindo para panar ou saltear peitos de frango, escalopes de vitela ou filetes de peixe. Como todas as coisas boas, os frutos secos e sementes devem ser consumidos em moderação. 30 gramas contêm mais ou menos 5 gramas de hidratos de carbono líquidos.

Frutos secos e sementes deliciosos e nutritivos devem ser um componente importante de qualquer alimentação saudável. Vários estudos indicam que o consumo regular minimiza o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Um conjunto de estudos epidemiológicos (investigações sobre populações ao longo do tempo) demonstram que pessoas que consomem frutos secos regularmente têm menor probabilidade de sofrer um ataque cardíaco que não os consomem.

Além disso, a maior frequência no consumo, baixa a incidência de ataque cardíaco. A lignina presente em sementes e frutos secos baixa o LDL (“mau”) colesterol, assim como a vitamina E, betaína e arginina.

Pessoas em dietas com baixo teor de gordura eliminam frequentemente os frutos secos da sua alimentação – e com eles uma poderosa fonte de ómega-6 e outros nutrientes. Quando segues a Atkins, um dos vários prazeres da alimentação é ser capaz de desfrutar de uma multiplicidade de frutos secos e sementes ricos em gordura e em nutrientes.

image
Publicado por Linda O'Byrne
Atkins Nutritionist