Se há confusão em relação a quanta proteína, gordura e hidratos podes comer numa alimentação Atkins, este blogue é para ti!

Muitas pessoas estão a par de que, na Atkins, reduzes o consumo de hidratos de carbono refinados/açucarados e; na Fase 1, reduzes o consumo de hidratos para 20g por dia. No entanto, é frequente existir confusão relativamente a quanta proteína e gordura consumir. Por vezes, a Atkins é vista como um plano ‘rico em proteína’ mas na realidade apenas recomenda o nível de proteína ótimo. Assim, idealmente consome uma quantidade moderada de alimentos proteicos – como aves, carne, peixe ou ovos – em cada refeição, o que equivalente a 115-175 gramas. Não confundas os 115-175g com o conteúdo de proteína presente nos alimentos. Por exemplo, um peito de frango com tamanho da palma da mão, com 115g contem apenas 20g de proteína.

O montante ideal de proteína deve fazer com que sintas saciado após a refeição, sem que te sintas cheio. Este nível de proteína é ideal para as 4 fases da Atkins e nunca muda. Se reparares que estás perto do limite máximo do intervalo e que não estás a perder peso tão rápido quanto gostarias, nesse caso podes cortar no consumo de proteína ligeiramente e ver se isso faz alguma diferença.

Na Atkins, a proteína ajuda-te a perder peso por várias razões:

  • A proteína ajuda a manter-te mais saciado durante mais tempo. Quando a incluis numa dose ou duas de vegetais e gorduras saudável, ficas com uma refeição deliciosa que te enche.
  • A proteína estabiliza os teus níveis de açúcar no sangue. Quando incluis proteína nas tuas refeições ou snacks, é menos provável que experiencies níveis de energia flutuantes, e és mais capaz de controlar o desejo de comer doces ou salgados quando não existem essas flutuações de picos e vales de açúcar no sangue.
  • Comer proteína ajuda-te a queimar mais calorias porque digerir e metabolizar proteína queima o dobro das calorias que quando comes hidratos de carbono. A isto chama-se o efeito ‘térmico’ dos alimentos.

No que toca a gordura, a Atkins recomenda um consumo ligeiramente superior, mas não a ‘festa da gordura’ e gordura alimentar não deve ser consumida excessivamente. Consome três porções de 1 colher de sopa de gordura adicionado por dia, através de manteiga, maionese, azeite, etc. Isto é em adição à gordura que vais comer e que estás naturalmente nos alimentos proteicos, ovos, lacticínios, frutos secos e abacate.

Heis algumas boas razões para consumir gordura:

  • Quando aumentas o consumo de gordura, em vez de hidratos, ficas com níveis de energia mais estáveis;
  • As gorduras, tal como a proteína, mantêm-te cheio durante mais tempo e dá sabor e textura às refeições;
  • Adicionalmente, a gordura também diminui a entrada de glicose na corrente sanguínea, controlando os teus picos e vales de açúcar, o teu apetite e os teus desejos de hidratos.

Apesar de nos ter sido incutido que ‘a gordura é má’, na realidade não é e é uma parte vital para o sucesso na perda de peso por isso não desvalorizes este macronutriente!

Por fim, os hidratos de carbono também são importantes e não te enganes a pensar que uma dieta com zero hidratos é saudável. Desde o primeiro dia procura incluir muitos vegetais ricos em fibra e noutros nutrientes. Na fase 1, é daqui que vem a maioria dos hidratos de carbono, cerca de 12-15g do total de 20g recomendadas. Nas Fase 2 e depois, podes começar a reintroduzir bons hidratos como fruta, frutos secos, leguminosas, vegetais com mais amido etc.

image
Publicado por Linda O'Byrne
Atkins Nutritionist